Logotipo Radaic

Rugas dinâmicas e estáticas

Rugas dinâmicas e estáticas

O surgimento de rugas e linhas finas é um dos primeiros sinais do envelhecimento cutâneo. Além da perda de firmeza da pele com o passar dos anos, outros fatores estão relacionados com o surgimento das linhas e rugas, como a mímica facial ativa, a exposição ao sol sem proteção, a ação da gravidade e frequente dobra da pele ao dormir. Podemos classificar as rugas em:

  • Rugas dinâmicas ou de expressão: causadas pela mímica facial ativa e pelo movimentos repetitivos dos músculos do rosto. É o caso das ruguinhas da testa, os “pés de galinha” (na lateral dos olhos) e “código de barras” (ao redor da boca).
  • Rugas estáticas: associadas à perda de firmeza da pele e à falta de hidratação, fazendo com que haja a formação de vincos.
  • Rugas gravitacionais: que surgem em decorrência da ação da gravidade, localizadas especialmente ao redor do maxilar, queixo e pescoço.
  • Linhas do sono ou sleeplines: desencadeadas pela pressão ou dobra exercida na pele do rosto e do colo durante a noite. Após anos, essa pressão no mesmo local pode fazer com que linhas verticais marquem a pele.

Como tratar? Existem diversos procedimentos dermatológicos que ajudam no combate às rugas, como:

  • A aplicação da Toxina Botulínica – que provoca um relaxamento muscular e diminuindo a mímica facial ativa; 
  • O Preenchimento com ácido hialurônico nos vincos profundos;
  • A Hidratação Injetável, que visa injetar de forma superficial o ácido hialurônico (em reologia específica) com o objetivo de promover uma hidratação profunda da pele e atenuar linhas finas;
  • E as técnicas de estímulo ao colágeno, como os Bioestimuladores, lasers e microagulhamento, que promovem a melhora da textura cutânea e o aumento da firmeza e espessura da pele.